2017 ano 8

Pesquisar este blog

Translate

sábado, 24 de agosto de 2013

Liberdade e dinâmica psicológica em Sartre

Liberdade e dinâmica psicológica em Sartre

Freedom and dynamic psychology in Sartre

Daniela Ribeiro Schneider
Psicóloga, Mestre em Educação (UFSC), Doutora em Psicologia Clínica (PUC-SP), Professora do Departamento de Psicologia da UFSC.

RESUMO
O artigo aborda a contradição entre o fato de o homem ser ontologicamente livre, mas, ao mesmo tempo, experimentar-se psicologicamente “determinado”, como se fosse compelido a certos comportamentos indesejados. Como é possível compreender tal paradoxo? Para tanto, o artigo aborda: 1) a proposta de Sartre, de uma nova perspectiva para a psicologia clínica, estabelecida a partir de interlocuções com a psicanálise freudiana; 2) a história de um indivíduo, que utilizaremos como “estudo de caso” no transcorrer de nossa explanação, especificamente a biografia de Jean Genet, escrita por Sartre; 3) o conceito de liberdade na concepção sartriana e suas implicações na compreensão do humano; 4) a questão da dinâmica psicológica e seus desdobramentos para o entendimento dos impasses psicológicos. Com esses elementos, forneceremos alguns subsídios dessa teoria buscando elucidar como são possíveis tais contradições.
Palavras-chave: Jean-Paul Sartre; Jean Genet; Liberdade; Dinâmica psicológica; Psicologia existencialista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário